Prefeitura conscientiza jovens sobre a destruição causada pelo uso de drogas

27-03-2019 09:10

Projeto desenvolvido pelo Consep mobilizou mais de 1800 estudantes com informações sobre aliciamento, uso, tratamento, tráfico, violência e até desestruturação familiar.

Um projeto diferente com ações variadas para conscientizar os jovens sobre as consequências desastrosas do uso de drogas. O Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep), através de convênio com a Prefeitura, desenvolveu o projeto “Arte na prevenção às drogas e à violência”, que mobilizou mais de 1800 estudantes em Araxá.  A Administração Municipal tem acompanhado como foram investidos os R$ 249.285,60 repassados para a entidade através do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O gerente administrativo do Consep, Márcio Nunes de Matos, informa que as ações foram desenvolvidas de janeiro de 2018 a janeiro de 2019, em parceria com o 37º Batalhão da Polícia Militar, Delegacia de Orientação e Proteção à Família e o Conselho Municipal de Políticas sobre Álcool e outras Drogas (COMAD).  O projeto teve o objetivo de mostrar a realidade do mundo das drogas de uma forma bem transparente e também acolher crianças e adolescentes vítimas de violência. Atendeu estudantes de até 18 anos e suas famílias com palestras, Delegacia Humanizada, distribuição de cartilhas com informações para pais e educadores sobre como identificar se um jovem está usando drogas.

Márcio destaca que o ponto alto do projeto foi o Túnel das Drogas, onde os adolescentes do 8º ano de escolas públicas e particulares tinham um contato real sobre as consequências do uso das drogas. O Túnel foi montado em parceria com a Loja Maçônica e o jovem passava por oito ambientes que retratavam as fases do aliciamento, a diversão, a prostituição, prática de crimes, o sofrimento das famílias e até a morte do usuário. “Através do Túnel das Drogas, fizemos uma representação teatral com cenas fortes, para chocar e sensibilizar os jovens. Temos que estar sempre falando sobre o assunto para evitar o acesso às drogas, ou pelo menos, se o adolescente entrar nesse mundo, que entre sabendo quais sãos as consequências”.

Como supervisor técnico do Projeto, Márcio explica que o Consep também identificou jovens que estavam envolvidos com drogas ou sofrendo violência sexual. Eles receberam atendimento de profissionais especializados através da Delegacia Humanizada. A Delegacia oferecia um atendimento diferenciado para crianças, adolescentes e as famílias, dano os devidos encaminhamentos de acordo com a realidade de cada caso.

 


Galeria de Imagens

Navegação Rápida