Prefeitura tem cronograma de manutenção das estradas rurais

08-03-2019 16:10

Mesmo com o período chuvoso prolongado e o excesso de peso dos caminhões, a maioria das estradas vicinais já recebeu melhorias pelos menos três vezes neste ano.  

A água é fundamental para a produção agrícola, mas o longo período chuvoso tem dificultado a manutenção das estradas vicinais de Araxá. A Administração Municipal adquiriu várias máquinas para a execução dos trabalhos mas, os serviços são interrompidos frequentemente por causa das chuvas.

O Secretário de Desenvolvimento Rural, Alexandre Carneiro de Paula, explica que várias estradas já passaram por manutenção três vezes neste ano e vão receber o serviço novamente. Destaca que fizeram cascalhamento, bolsões para escoamento de água, limpeza e recuperação de pontes e mata burros, roçada na lateral da estrada para melhorar a visibilidade. Informa que as máquinas são novas e não podem correr o risco de estragar o equipamento batendo em galhos de árvores. A equipe primeiro roça, faz uma limpeza, para depois a máquina fazer o serviço.

Alexandre informa que estiveram na estrada da Balança chamada ‘Mário Rodrigues de Paiva’; no Mourão Rachado; Piraptinga e estrada da Argenita sentido Morro da Mesa. Arrumaram a estrada velha da Tapira, colocaram cascalho em 10 quilômetros de rodovia, no trecho que vai do Ribeirão do Inferno até o asfalto, mas terão que refazer o serviço. Alguns fazendeiros fecharam a saída de água e a enxurrada está correndo dentro da estrada, estragando tudo.

Segundo o Secretário, apesar do excesso de chuva e dos caminhões com peso de até 70 toneladas trafegarem pelas vias com o escoamento da produção leiteira e de grãos, nenhuma estrada está intransitável no município de Araxá. A situação está mais difícil na região do Córrego do Sal, porque tem uma cerca dentro da estrada dificultando a execução dos trabalhos. Agora estão voltando na estrada da Antinha e vão novamente, sentido Tamanduá. Também estiveram em Itaipu e na semana que vem farão manutenção na estrada do Marmelo. “Não estamos parados, peço a compreensão dos usuários, trabalhamos cada dia em um setor fazer, fazendo o melhor possível para deixar as estradas em condições de tráfego para todos”.


Galeria de Imagens

Navegação Rápida