27-10-2017 13:57

Fórum Comunitário esclarece denúncias de invasão de imóveis no Programa “Minha Casa, Minha Vida”

A Administração Municipal, após trabalho de fiscalização social, encaminhou 95 denúncias à Caixa Econômica Federal.


 

Representantes da Prefeitura Municipal de Araxá, da Caixa Econômica Federal, da Polícia Militar, da Polícia Civil e mutuários do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, desenvolvido pelo governo federal, participaram nesta quarta-feira, 25, de Fórum Comunitário que debateu problema de ocupação irregular de imóveis em Araxá. Durante a Audiência, foi esclarecida a responsabilidade de cada órgão envolvido no Programa. À Prefeitura cabe o papel de ser fiscalizador social dos imóveis sorteados e à Caixa Econômica a execução do programa habitacional em todo o país. É de responsabilidade da Caixa notificar o mutuário sobre as irregularidades cometidas (invasão e abandono das casas) e conduzir todo o processo de integração de posse.

 

A coordenadora da gerência executiva de Habitação da Caixa (GEHAB), Luana Oliveira Barbosa, explicou que a Caixa Econômica Federal, em caso de irregularidade constada a partir denúncias, notifica o atual mutuário do imóvel. Segundo ela, das 95 denúncias apuradas pela Prefeitura de Araxá, 78 foram consideradas com fundamento pela Caixa, e, em duas ocasiões, os imóveis foram retomados e o beneficiário, definido primeiramente em sorteio, perdeu o direito de posse do imóvel. Luana também reitera que, no momento da assinatura do contrato, fica especificado para o mutuário um prazo de 30 dias para ocupar o imóvel, sendo que o mesmo não pode ser vendido, alugado ou cedido a terceiros. O gerente geral da Caixa Econômica Federal de Araxá, Fausto Oliveira Borges, explicou as peculiaridades do Programa que atende três faixas de valores. Ele observou que a parceria com a Prefeitura Municipal é considerada como das melhores da região.

 

O assessor de Habitação e Serviço Social, José Vergílio Silva Júnior, reforça o cuidado da Prefeitura em selecionar os beneficiários do programa. “Enviamos essas denúncias para Caixa Econômica Federal que, posteriormente, faz as notificações e encaminha à Justiça Federal. Fazemos um trabalho permanente com os beneficiários como, por exemplo, o desenvolvido no Pão de Açúcar 4, através do Trabalho Técnico Social (TTS) para identificação das famílias. Logo ao receber as denúncias, cuidamos de verificar se realmente procedem e se são verídicas. As providências são tomadas somente depois de tudo comprovado”, aborda o assessor.

 

De acordo com a secretária de Ação e Promoção Social, vice-prefeita Lídia Jordão, não tem nenhuma denúncia que passou desapercebida pela equipe da Prefeitura. “A fiscalização social realmente é do município de Araxá e nós cumprimos com essa obrigação. Diante de toda a comunidade que se fez representar no fórum, destaco que a Prefeitura é a responsável pela entrega de 500 casas e que ela teve um cuidado especial para os imóveis serem entregues com o máximo de equipamentos sociais e educacionais possíveis. A partir do momento que existe uma família irregular dentro de uma casa, nós não temos a possibilidade de ingressar sem o mandato judicial. Não temos poder de tirar a pessoa que está invadindo uma casa e demandar um prazo de 15 dias ou 48 horas para a retirada da família do imóvel. O princípio da legalidade é pauta da administração pública. Só podemos fazer o que a lei nos permite”, esclarece a vice-prefeita.
 

Propositor do fórum, vereador Luiz Carlos Carvalho Bittencourt avaliou positivamente o resultado da reunião que conseguiu atingir o objetivo da sessão. “Responsáveis pelo projeto ‘Minha Casa, Minha Vida’, tanto os representantes da Caixa Econômica Federal, como da Administração Municipal, esclareceram todas as dúvidas dos vereadores e das demais pessoas, presentes ao Fórum. Trouxemos as partes interessadas para comentar as providências que estão sendo tomadas e a responsabilidade de cada um. O objetivo do fórum foi alcançado com êxito”, conclui o vereador.  

Galeria de imagens - 1 até 7 de 7


Contribuinte
Nota Fiscal
Portal da Transparência
Parceria com o Terceiro Setor
Rotas
Webmail
PPA-LDO-LOA
Turista
Licitações
Ouvidoria
Diário Oficial
Contra Cheque
Junta Militar
Banco de Dados
Concursos
Processo seletivo educação
IPTU
Editais
Tarifas Aeroportuárias
Processo seletivo saúde
Processo Eleitoral Conselho Saúde
Junta Admin. de Recursos de Infração
ASTTRAN - Autuações e Penalidades