04-04-2017 08:50

Escolas municipais oferecem alimentação de qualidade

Variedade e qualidade são palavras-chave quando o assunto é o cardápio elaborado para o lanche das 53 unidades escolares da rede municipal de Araxá. A Equipe de Nutrição da Secretaria Municipal de Educação atende alunos de todas as idades da rede municipal de ensino e entidades conveniadas, com base no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A reformulação das alimentações servidas é contínua, sendo que a mais recente entrou em vigor em março deste ano.

 

A nutricionista responsável pela merenda escolar em Araxá, Francielli Veloso, é quem comanda uma equipe responsável pela execução e supervisão da alimentação escolar, recebimento dos gêneros alimentícios, controle de qualidade dos alimentos enviados e desenvolvimento de projetos de Educação Nutricional. Ela explica que a formulação da lista de refeições segue lei no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), respeitando os hábitos alimentares da população escolar.

 

“O cardápio servido nas escolas municipais de Araxá segue uma legislação, que especifica a quantidade de proteína, lipídios, carboidratos, fibras e todos os nutrientes. Estamos sempre mudando o cardápio de acordo com a estação e a safra de alimentos, a idade das crianças e o período que os alunos ficam na escola. Nosso objetivo é atender as necessidades nutricionais dos alunos durante sua permanência em sala de aula, contribuindo para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem e o rendimento escolar dos estudantes, bem como promover a formação de hábitos alimentares saudáveis”, destacou a nutricionista. 

 

A secretária municipal de Educação, Gessy Glória Lemos, detalha que são servidas até cinco refeições diariamente na rede municipal de ensino: café da manhã, lanche leve, almoço, lanche leve e fechamento com um lanche reforçado que equivale a um jantar. Segundo ela, a mudança de cardápio é constante para proporcionar variedade e qualidade aos alunos. 

 

“Deixamos um novo cardápio por cerca de um mês e depois trocamos, para que as crianças não cansem muito do que é manipulado nas escolas. Mandamos duas frutas por semana, alimentos a base de batata com molho de extrato de tomate, carne e sopas. Os legumes e verduras chegam toda segunda ou terça-feira. Nós temos carne moída duas vezes por semana, frango duas vezes por semana e carne em cubo uma vez por semana. As crianças estão bem alimentadas, nada está faltando nas nossas escolas municipais”, disse.

 

Gessy Glória destaca, também, que a alimentação oferecida nas escolas desempenha, ainda, o papel de suprir necessidades nutricionais das crianças. O cardápio considera desde o que cada faixa etária pode ingerir até a quantidade ideal para cada instituição.

 

“A alimentação é muito bem feita nas escolas e as crianças comem bem. É uma forma de variarmos esse cardápio para suprirmos as necessidades até de teor nutricional para essas crianças. É feito um trabalho com a nutricionista, que faz um levantamento considerando o número de alunos de cada escola. Ela separa os gêneros alimentícios, incluindo verduras e legumes, para mandar alimentos que atendem essas crianças conforme a idade”, acrescenta a secretária.

 

Educação nutricional

A nutricionista Francielli Veloso também desenvolve a educação nutricional nas escolas ao lado de uma equipe formada por sete técnicas de nutrição. O trabalho aborda hábitos saudáveis e a importância da alimentação equilibrada, ocorrendo de forma contínua para atender as solicitações dos diretores. O projeto é voltado não só para os alunos, mas também para os funcionários que preparam a alimentação nas escolas.

 

Galeria de imagens - 1 até 10 de 10


Contribuinte
Nota Fiscal
Portal da Transparência
Parceria com o Terceiro Setor
Rotas
Webmail
PPA-LDO-LOA
Turista
Licitações
Ouvidoria
Diário Oficial
Contra Cheque
Junta Militar
Banco de Dados
Concursos
Processo seletivo educação
IPTU
Editais
ASTTRAN - Autuações e Penalidades